BLOG DE ATUALIZAÇÕES DO DOC FÁCIL - Aplicativo em VBA para a personalização e impressão de RECIBOS, NOTAS DE SERVIÇO E DAM'S com cálculos automáticos de ISS, IRRF, INSS.
Permite CADASTRAR e SALVAR "Credores", "Fornecedores" e "Históricos".
PESQUISA E EMITE 2ª VIA DA NOTA DE SERVIÇOS-
É totalmente DIRECIONADO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (PREFEITURAS).

Informações: barraus@hotmail.com

terça-feira, 29 de março de 2011

Usuários podem economizar até 90% em remédios

Usuários podem economizar até 90% em remédios

Fonte: O Dia Online - 28/03/2011 (Alguns trechos alterados pelo blogueiro para adaptar-se ao Estado do Piauí)

Aumento começará a valer na sexta-feira, mas há alternativas Rio - A partir da próxima sexta-feira, começará a valer o aumento nos preços dos remédios em todo o País. Definido no início do mês pela Cmed (Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos), o reajuste vai chegar a 6,01%. Mas há saída para garantir alívio ao bolso. É possível economizar até 90% na compra de tipos diferentes de medicamentos.

Há ainda alternativa pouco conhecida, que traz economia: o cadastro no laboratório. Já os hipertensos e diabéticos podem ter acesso aos remédios sem pagar nada, por meio da Farmácia Popular.

Arte: O Dia
Arte: O Dia

A solução mais à mão para que o usuário gaste menos na farmácia é recorrer a genéricos e similares. Mas, de acordo com o farmacêutico Alexandre Lourenço, pesquisador de genéricos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), é preciso tomar cuidado com os similares.

“Eles têm uma fórmula diferente e fazem efeito. Mas não se sabe se é o mesmo do remédio de marca. Eles ainda vão ser obrigados a seguir as mesmas regras dos genéricos, que têm o efeito igual ao dos medicamentos de referência”, explica. A economia com genéricos pode chegar a 65%. O comprimido Captopril, genérico do Capoten, custa R$ 0,50, enquanto o de marca sai a R$ 1,47.

Formada em Turismo, Arlene Nunes, 29 anos, sabe a diferença que um medicamento genérico faz no orçamento.Ela gasta mais de R$ 100 mensalmente com remédios de labirintite, pressão e colesterol necessários à mãe. “Com certeza, é um peso no bolso. Por isso, pesquiso para comprar onde é mais barato. Pergunto sempre se tem genérico. Mas, às vezes, até eles são muito caros”, observa.

Farmácias populares são a alternativa que traz o maior alívio ao bolso

- A melhor maneira de economizar na compra de remédios é recorrer às farmácias populares. A rede do governo federal oferece medicamentos com até 90% de desconto e está em pontos convenientes, como Central do Brasil, Praça XV (próximo à Estação das Barcas) e Avenida Marechal Floriano Peixoto 2487, no Centro de Nova Iguaçu, na Baixada.

- Além das farmácias próprias, existem também as conveniadas. São drogarias comuns que podem ser identificadas pelo banner vermelho ‘Aqui Tem Farmácia Popular’. No Rio, há 976 estabelecimentos credenciados.

- Nas farmácias populares, é preciso apresentar uma receita médica — que não precisa ser do SUS — CPF e documento com foto. A receita fica retida, para evitar automedicação.

- O comerciário Alexandre Augusto Rodrigues de Araujo, 41 anos, elogia a Farmácia Popular. “O preço é bom, você tem facilidade para comprar e pode até ter remédio gratuito. Para o trabalhador, os medicamentos pesam no orçamento”, diz. Ele precisa comprar remédios para hipertensão e diabetes todo mês para seus pais. Se não fosse pela distribuição gratuita, gastaria cerca de R$ 68 com os remédios de referência.

No Piauí há farmácias populares disponíveis nos seguintes locais:

Bom Jesus
Rua Helvesio Pinheiro, 163, São Pedro, Cep.64900-000 - (89)3562-2786, (89)3562-2488
Teresina (Itararé)
Endereço: Rua 54, s/n, bairro Itararé, CEP: 64079-345 (86) 3236 5132
Parnaiba
Rua Anhanguera nº1189 Pindorama cep.64215-360 (86)3323-3758/3766/8803-7287
Praça Santo Antonio s/n, Bairro - Centro CEP:64200-361 (86) 3321-2627/ r-286
Teresina (Parque Piaui)
Conj. Parque Piaui, qd 23 A Nº 8. CEP: 64025-100 (86) 3220-5744 (86) 3220-4178
Teresina (Piçarreira)
Rua Osvaldo Costa e Silva s/nBairro: Piçarreira CEP: 64055-410 (86) 323-9417 (86) 3233-2818
(86) 3233-3060
Picos
Endereço: Rua Olavo Bilac Centro Cep:64.600.000 (89)9921-8951 (89)3422-0257
Piripiri
Rua Professor Bem s/n Centro. Cep.64260- 000 (86) 3276-1173 (86)3276-1028
Teresina (Centro)
R. Felix Pacheco, n1530 Centro Cep 64001-160 (86)3217-3606/3760
Teresina(Mocambinho)
Avenida Dr. Antonio Pereira Martins s/n - Bairro Mocambinho CEP: 64.008-190 (86)3224-1914
(86)3224-1299

- Abaixo, clique no link e veja os endereços de farmácias populares e das unidades conveniadas à rede do governo em todo o Brasil:

Confira a lista

Programas de redes e laboratórios, e até banco para troca de remédios

A dica de Hélio Guimarães Santos, vice-presidente administrativo e financeiro da Asaprev-RJ (Associação de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social do Rio), é correr atrás dos grandes laboratórios. “Na caixa do remédio, tem um telefone 0800. É só ligar, fazer o cadastro e recebemos um cartão para comprar sempre com 50% de desconto”, indica ele.

Os aposentados podem contar ainda com o ‘banco de remédios’ da Asaprev-RJ. Mas é somente para associados. Quem tem sobras de um medicamento que não usa mais pode deixá-las na associação e pegar outros de que precisa. Para saber antes se o remédio necessário está disponível, o associado deve telefonar para 2544-3396.

Outra opção para economizar é o posto de saúde. Com receita de um médico do SUS, qualquer pessoa pode ter acesso a remédios gratuitamente nos postos. O problema é que muitas vezes eles estão em falta.

Quem costuma comprar com frequência na mesma rede de drogarias pode ainda procurar saber se ela tem programa de fidelização de clientes. É o caso da Droga Raia, que, com o cartão fidelidade, de cadastro gratuito, oferece descontos aos consumidores.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Liberdade. Eu cultivo!